.


Governo do RN assina Ordem de Serviço da Comunicação Visual para o Geoparque Seridó

Projeto de sinalização compreende os 21 geossítios do Seridó Geoparque Mundial da Unesco

Voltar Página | SETUR 16/06/2024

Com investimentos de R$ 1.379.180,37, o Governo do RN, em parceria com o Sebrae, assinou nesta quinta-feira (02) a Ordem de Serviço da Comunicação Visual dos 21 geossítios do Seridó Geoparque Mundial da Unesco. A previsão é que a empresa contratada inicie os serviços na próxima segunda-feira (07). O projeto de sinalização compreende a área localizada nos municípios de Currais Novos, Carnaúba dos Dantas, Parelhas, Acari, Cerro Corá e Lagoa Nova.

Ao lado dos prefeitos Odon Júnior (Currais Novos), Tiago Almeida (Parelhas), Raimundo Marcelino Borges – Novinho (Cerro Corá) e Fernando Antônio Bezerra – Fernandinho (Acari), a governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, assinou a ordem de serviço da comunicação visual dos 21 geossítios do Seridó Geoparque Mundial da Unesco e ressaltou o potencial da região para o turismo. “Atualmente, a região recebe anualmente mais de 10 mil visitantes, uma demonstração do enorme potencial que este local oferece. Isso é o resultado de mais de 14 anos de trabalho conjunto, em parceria com os municípios envolvidos e o Sebrae-RN, para estimular os pequenos negócios inseridos na cadeia produtiva do turismo”.

A proposta de comunicação visual utiliza elementos representativos da flora e fauna, da geografia e da cultura local para trazer identidade e identificação, permitindo integração à paisagem e circulação segura. As peças devem ser confeccionadas em ladrilho, cerâmica, pedras e concreto, materiais duráveis e resistentes às intempéries e facilmente encontrados na região.

A Setur-RN investiu R$ 190 mil, recursos de fontes próprias, para a execução do projeto básico de sinalização turística, um dos pré-requisitos para reconhecimento pela Unesco. “Ha um compromisso do governo do Estado de fortalecimento desse equipamento turístico. Somos o segundo Geoparque do Brasil a ser reconhecido pela Unesco e sempre estivemos juntos ao território – Setur e Emprotur – para fortalecer e fazer com que ele seja um produto de transformação da região. É um momento bem importante, porque foi um compromisso firmado junto a UNESCO, fazer essa identidade visual dos sítios arqueológicos que compõe o Geoparque. Então, serão colocadas sinalizações em 21 pontos que contemplarão os 6 municípios, então isso também vem para fortalecer o turismo regional”, disse a secretária de Turismo.

A sinalização tem caráter informativo e educativo informando sobre o geoparque, inclusive com conteúdo em braile, orientando o percurso de deslocamento no local em trilhas, túneis, formações geológicas.

Segundo João Hélio Cavalcanti, diretor técnico do Sebrae-RN, a colaboração conjunta desempenha um papel fundamental no sucesso do projeto e no avanço do Geoparque. “Nós estamos aqui assinando a ordem de serviço de uma ação e de um projeto muito maior que é o fortalecimento do Geoparque do Seridó, que será realizado em duas etapas. Na primeira fase do Geoparque Seridó, inclui a comunicação visual. Ela vai desde os geossítios, que estamos assinando hoje a ordem de serviço para a execução, assim como um trabalho de mudança e da adequação da visualização dos equipamentos ligados à cadeia do turismo, como pousadas, hotéis, todos os equipamentos ligados à produção social do turismo”.

A solenidade contou também com a participação do diretor-presidente da Emprotur-RN, Raoni Fernandes, do coordenador científico do Geoparque, Marcos Nascimento, da diretora executiva do Geoparque Seridó, Janaína Medeiros, e dos dirigentes do Sebrae-RN, como o presidente do Conselho Deliberativo, Itamar Maciel Junior, e os diretores José Ferreira de Melo Neto (superintendente), João Hélio Cavalcanti (técnico) e Marcelo Toscano (operações). A assinatura também foi prestigiada por prefeitos locais e representantes de instituições relacionadas ao Geoparque.

Geoparque Seridó

O Geoparque Seridó representa um importante marco para o turismo sustentável no Rio Grande do Norte e principalmente para o Brasil, destacando-se como uma área geográfica única e unificada, comprometida com a proteção, educação e desenvolvimento sustentável. Com a sinalização em andamento e os esforços contínuos de promoção e desenvolvimento, o Seridó Geoparque Mundial da UNESCO está preparado para se tornar um destino turístico de referência no cenário nacional e internacional.

O reconhecimento internacional da Unesco, concedido em abril de 2022, posicionou o Seridó como o segundo geoparque brasileiro a receber tal distinção. Abrangendo uma área de 2.800 km² no semiárido nordestino, o Geoparque engloba seis municípios e possui uma rica diversidade geológica, além de manter viva a memória cultural por meio de práticas tradicionais, museus e centros culturais.