Riacho da Cruz

Informações Gerais:

O nome Riacho da Cruz faz referência há uma cruz fincada às margens do Riacho da Forquilha, indicando uma sepultura cristã. A cruz de madeira simboliza a morte de um soldado pelos índios tapuias paicus, em 1761 e a localidade recebeu o referido topônimo pelo Juiz Miguel de Pina Castelo Branco em sua passagem histórica pela região.

A colonização do povoado foi marcada pela coragem de homens e mulheres que saíram da serra de Portalegre e foram chegando à área entre o período de 1910 e 1962. Contam-se os fatos que os senhores Manuel Nogueira, Manoel Delfino, Vicente das Chagas de Oliveira, Delfino Francisco de Oliveira e a senhora Camila Maria de Léllis foram os primeiros habitantes. Mas, foi Camila de Lellis que teve um papel de destaque na história do município quando construiu a primeira capelinha com o Padreiro Sagrado Coração de Jesus.

A partir de 1948, com uma economia voltada exclusivamente para a agricultura e sob a jurisdição de Portalegre, Riacho da Cruz ganhou seus primeiros prédios públicos, a exemplo do Mercado, Açougue e o Cemitério. Mas, é a partir da construção do Açude Público em 1958 que surgem as novas moradias e denomina-se a Vila de Riacho da Cruz.

Finalmente, em 09 de maio de 1962, por força da lei estadual nº 2.764, sancionado pelo então Governador Aluízio Alves, a Vila desmembrou-se de Portalegre e tornou-se município do Rio Grande do Norte.

CARACTERIZAÇÃO

O município de Riacho da Cruz situa-se na região do Alto Oeste Potiguar, limitando-se com os municípios de Itaú, Tabuleiro Grande, Viçosa, Portalegre, Umarizal e Apodi, abrangendo uma área de 127 km². A sede do município tem uma altitude média de 163 m e fica distante cerca de 378 km da capital Natal, efetuado através das rodovias BR-304, BR-405 e RN-177.

Segundo estimativa do censo de 2020, a população é de 3.614 habitantes (IBGE), e a densidade demográfica é de 24.88 hab/km2. O município dispõe de (01) uma pousada, serviços gastronômicos variados, equipamentos de lazer e transportes particulares que se deslocam até a capital do estado e para os municípios circunvizinhos como Mossoró e Pau dos Ferros/RN. Na parte cultural, o destino é conhecido e admirado pela organização, autenticidade e sucesso de seus eventos públicos.

Como Chegar:

Atrações e Destaques:

  • FESTA DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA

A festa marca todos os anos, no dia 09 de maio as comemorações de emancipação política que tem início com a alvorada festiva, apresentações de bandas filarmônicas e de música, hasteamento de bandeiras e execução de hinos, missa em ação de graças, inaugurações de obras municipais, desfile cívico, campeonato municipal de futsal e entre outras atividades.

  • FESTA DO PADROEIRO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

A Festa do Padroeiro já se tornou tradição, iniciando com procissão, novenas e missas no largo da capela. Os festejos religiosos têm início no final do mês de maio e seguem até o dia 06 de junho com a participação de fiéis e visitantes, além de eventos sociais, todos realizados com objetivo de arrecadar recursos para manutenção da capela.

  • FESTA DE SÃO PEDRO

O tradicional São Pedro é considerado a maior e melhor festa junina da região e completou 30 anos de história no ano de 2019. A abertura acontece na tarde do dia 26 de junho com o evento Arrasta Pedro, animado com passeio de carroças, arrastão com paredões de som e bandas de forró no trajeto, finalizando na Praça de Eventos com forró pé-de-serra. Durante os dias 27 e 28 de junho, acontecem as apresentações de quadrilhas juninas da cidade e região, encerrando com shows no palco principal.

  • FESTA DE SANTA LUZIA

A Capela de Santa Luzia realiza anualmente a sua festa religiosa que acontece no início do mês de dezembro e encerra-se no dia 13. A população e visitantes participam de procissões, novenas e missas, além da parte social de (bingos, leilões e shows musicais com artistas da terra).

  • NATAL ENCANTADO

O evento natalino mais inovador do estado do Rio Grande do Norte foi criado para oportunizar as famílias um espaço de lazer, contribuindo para o desenvolvimento do setor cultural e fortalecimento o comércio local. De forma gratuita e participava, inicia-se no primeiro final de semana do mês de dezembro com apresentações culturais, artísticas e religiosas na Avenida Camila de Léllis e encerra-se no dia 06 janeiro, quando são desligadas as luzes natalinas e retirada as ornamentações nos espaços, praças e prédios públicos. O destaque é com a Casa do Papai Noel, Trenó-Móvel, Casa do Artesanato e o monumento Papai Noel criado no ano de 2019 para simbolizar o evento.

ATRATIVOS TURÍSTICOS

  • MARCO HISTÓRICO DA CRUZ

O Marco Histórico apresenta a história do topônimo de Riacho da Cruz/RN e o seu símbolo (a cruz) indica uma sepultura cristã destacada pela morte de um soldado no início do século XVII, à beira de um riacho pelos índios tapuias paiacus. O local possui dois bancos, o marco demarcado em 2008, a cruz de madeira e uma passagem natural de eucaliptos

  • TRILHA ECOLÓGICA POÇO DA VACA

A trilha é um dos atrativos ecológicos e históricos mais importantes do município, pois localiza-se no centro da cidade e possui riachos, olho d’água e oiticicas centenárias em seu interior. O atrativo tem um percurso de 20 minutos, passando pelo Riacho Forquilha e chegando ao Poço da Vaca, local que até hoje não seca e servia de bebedouro para o gado que passava na região, quando a cidade ainda era vila. A entrada foi criada com pedras e possui um monumento da vaca em concreto.

  • TRILHA ECÓLOGICA DOS PIONEIROS

A Trilha Ecológica inicia na comunidade do Sítio Cabaços, Zona Rural da cidade e finaliza na comunidade do Sítio Santa Tereza em Portalegre/RN com um percurso de mais de 02h00. A trilha já existe há décadas e era utilizada por pessoas que se deslocavam até outras cidades. O visitante conhece formações rochosas com lajedos e fendas, caverna, riachos e outros atrativos naturais. Em período de inverno, o local recebe visita de estudantes, famílias, grupos de escoteiros, amigos e motocross da região em busca de aventura e diversão.

  • BOSQUE MUNICIPAL DE RIACHO DA CRUZ

O Bosque Municipal é localizado próximo à Praça de Eventos e foi adaptado para o bem-estar da população e visitantes. O espaço é referência, pois está inserido no entorno de vários atrativos naturais como flores e plantas e utilizado para práticas de caminhada, corridas, passeios, jogos e atividades escolares. No seu ambiente interno, possui praças, área para vôlei de areia, quiosques, e a Academia da Saúde.

  • AÇUDE PÚBLICO RIACHO DA CRUZ II

O Açude Público foi construído no período de 1954 a 1958, através do DNOCS (Departamento de obras contra a Seca) e pertencente à Bacia Hidrográfica do Rio Apodi/Mossoró. No decorrer dos anos, o abastecimento de água passou a atender toda a população e das cidades de Viçosa e Portalegre/RN. Com área de 145,26 hectares e com capacidade máxima de 9.604.200,00 m³, no período de inverno, o atrativo recebe visitantes que aproveitam a sangria para o banho e contemplação da natureza. Além de oportunidade para as empresas do setor de eventos, alimentação e bebidas.

  • PRAÇA DA BRANCA DE NEVE

            A Branca de Neve e os Setes Anões fixados na Praça da Avenida Camila de Léllis, centro da cidade é ponto de parada para os visitantes que passam pela RN-177 e se tornou um atrativo conhecido em todo o estado do Rio Grande do Norte, por ter sido o primeiro espaço infantil instalado no município que atrai toda as famílias.

  • PÓRTICOS DA CIDADE

            Os dois Pórticos modernos, idênticos e exclusivos estão localizados nas entradas principais da cidade entre as RN-076 e RN-177. Os monumentos tornam-se referências em orientação e acolhimento para quem passa ou visita à cidade. Além disso, é inserido em canteiros com paisagismo e iluminação apropriada.

  • PRAÇA DE EVENTOS

A Praça de Eventos inaugurada em 2014, foi criada com a finalidade de estruturar um espaço para realizar pequenos, médios e grandes eventos, além de proporcionar um ambiente de lazer e emprego para comunidade. O local conta com três quiosques padronizados; palco fixo e monumento do sanfoneiro. É considerado um dos espaços públicos mais apreciados pela população e visitantes que durante o dia participam de caminhadas e atividades físicas e durante a noite se reúnem para desfrutar dos ambientes gastronômicos. 

  • CASA DE MEMÓRIA DE RIACHO DA CRUZ

O prédio da Casa de Memória localiza-se na Avenida Camila de Léllis, centro da cidade e teve seu espaço adaptado com objetivo de recolher, inventariar, preservar, expor, estudar e divulgar a história do município. A Casa recebeu o nome do gestor responsável por sua construção em 1963: Edimar Diógenes de Paiva e dispõe de objetos, documentos e fotografias doadas pela população para apreciações e estudos.

Galeria de Fotos: